Quem sou eu

Minha foto
Pedagoga, casada, 49 anos. Dizem que tenho dom de escritora, poetisa...mas tenho mesmo é paixão pela vida! Defendo aquilo que acredito ainda que para muitos, possa parecer loucura ou utopia. Abomino qualquer forma de preconceito, tenho defeitos como qualquer ser humano e qualidades inigualáveis. Sou romântica, sonhadora, corajosa e por vezes impulsiva! Tenho gana de viver e disposição para aprender. E em meio a tudo que já vivi, tiro conclusões positivas e esclarecedoras para escrever a minha história. Acredito sinceramente que quando queremos muito alguma coisa, o universo conspira a nosso favor! "Seja qual for o seu sonho - comece. Ousadia tem genialidade, poder e magia." (Goethe)... Resolvi criar este Blog para expressar melhor o meu mundo interior, minha visão sonhadora, realista e principalmente particular diante de assuntos diversos, sem me sentir dona da razão, até porque razão nunca foi o meu forte...Eu quero mesmo é ser feliz!!! :) Sejam todos muito bem-vindos ao "Mundo da Lú"!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ANTIGOS E INESQUECÍVEIS SERIADOS DE TV




Sempre que possível eu assisto alguns seriados antigos, que ainda passam na TV paga. Muitos deles fizeram parte da minha infância, porém resolvi destacar quatro como sendo meus favoritos. (Lú)


São eles:

  • Jeanne é um Gênio
  • A Feiticeira
  • A Família Monstro
  • A Família Addams


Antes mesmo de estrear, Jeannie é um Gênio era apontada como uma espécie de imitação de A Feiticeira. Verdade ou não, Jeannie começou depois e terminou antes. Seguem algumas coincidências...
·        Seqüências de abertura com desenhos animados; 

·        Temas musicais instrumentais; 
·        Temas musicais cantados não aproveitados na série; 
·        Parentes gêmeas e más, usando peruca com cabelo escuro;

·        Amigos abelhudos (Gladys Kravitz em A Feiticeira e o Dr. Bellows em Jeannie é um Gênio);
·    As duas séries começaram a ser produzidas em preto e branco e com as atrizes principais grávidas; 
·        A casa de Samantha e James é a mesma do Dr. Bellows e de Amanda Bellows; 

·        William Asher, diretor de A Feiticeira e marido de Elizabeth Montgomery, dirigiu o filme Jeannie é um Gênio: 15 Anos Depois, em 1985.

Mas, enquanto Samantha fazia tudo o que o marido James queria (e por isso mesmo o seriado da bruxinha adequava-se mais ao padrão da "perfeita família americana"), Jeannie não queria nem saber: uma ordem do seu amo era solenemente ignorada caso contrariasse seus interesses. O Major Nelson tinha um compromisso com uma garota? Jeannie transformava a beldade em um macaco. O Major Nelson mentia para Jeannie para poder ir a um encontro? Acabava amarrado em uma máquina de tortura da Idade Média ou era zunido para o topo de uma árvore em plena selva africana... Jeannie é um Gênio seguiu seu caminho emplacando cinco temporadas, apesar de não chegar nem perto da audiência de A Feiticeira nos Estados Unidos. Ao contrário do que aconteceu no Brasil, onde Jeannie é um sucesso, a série nunca esteve entre as preferidas dos americanos, que gostavam muito mais da bruxinha Samantha. Vale ressaltar que a famosa torcida no nariz foi invenção da própria Elizabeth Montgomery, num tique descoberto pelo seu marido durante uma conversa. Aliás ela não mexia o nariz, e sim a parte superior do lábio, causando o movimento do nariz. 

TEMAS DE ABERTURA:




LEIA MAIS A RESPEITO DESTES DOIS SERIADOS: 








Os Monstros foi uma série de TV criada ao mesmo tempo que a Família Addams. Foi ao ar no dia 24 de Setembro de 1964 pela rede de televisão CBS .
Ao contrário da similar família Addams, que pareciam aristocratas, a família Monstro vivia como uma típica família trabalhadora de classe média dos subúrbios das grandes cidades, apesar da casa em que moravam se parecer com uma mansão gótica de estilo vitoriano. O chefe da família era Herman, mas quem tomava as decisões era a esposa Lily. Herman possui a aparência clássica do monstro de Frankstein, muito forte e de mentalidade um pouco infantil. Ele trabalhava numa funerária. Assim como Lily, o vovô era um vampiro (ele se vestia como o Conde Drácula dos filmes antigos). O vovô vivia com o casal e as vezes arrumava algum trabalho para ajudar nas despesas. O filho era Eddie, um lobisomem mirim ainda na escola. Havia também a adolescente muito bonita Marilyn, sobrinha do casal, a única de aparência humana. Quando ela trazia um pretendente para casa (o que acontecia com frequência), a aparência de Herman os fazia fugir. Ele e Marilyn achavam que isso acontecia por ser ela "muito feia".
A família se integrava na comunidade, com os vizinhos tolerando-os em função da sua amabilidade para com eles. Mas assustavam todos os que os viam pela primeira vez. A assustadora mansão na Mockingbird Lane, 1313, em Mockingbird Heights. O endereço fictício deu trabalho aos correios americanos na época, com milhares de cartas que eram escritas pelos fãs. As cartas eram enviadas então aos estúdios da Universal, onde a série era produzida.

A Família Addams (em inglês: The Addams Family) é uma série de televisão americana exibida originalmente entre 1964 e 1966, com base em personagens criados por Charles Addams na década de 1930.
Uma família horripilante, encantadora, sarcástica e hilária, que passa por todo tipo de aventura possível, com convidados que se desesperam ao ver os hábitos mórbidos e incomuns do clã Addams. Gomez Addams é o chefe da família. Sua adorável esposa Mortícia Frump Addams é uma mulher de pele tão pálida quanto um cadáver, com cabelos longos e vestidos idem.
Gomez e Mortícia tem um casal de filhos como eles. Wednesday (Wandinha) é uma menina sádica e um tanto quanto sombria, que adora brincar com seu desmiolado irmão Pugsley (Feioso), submetendo-o a vários tipos de tortura que ele adora!
Na mansão Addams ainda moram a vidente Vovó Addams , que foi dito no episódio da série O Romance de Mortícia que ela era mãe do Gomez, e o tio Fester Addams (Tio Chico no Brasil), que era o irmão de Gomez, além de ser especialista em explosivos. Não se pode esquecer do mordomo Lurch (Tropeço) e sua espineta, que mais parece o monstro do Dr. Frankenstein e do Thing (Mãozinha).
Quem também dava as caras sempre era o Primo Coisa, que além de membro influente do governo era literalmente uma montanha de cabelos em pessoa.
A casa dos Addams era um capítulo à parte. Algo que misturava uma câmara dos horrores com um parque de diversões. A brincadeira ficava a cargo de Ruby Lewit, cenógrafo respeitável que teve em seu currículo filmes como New York, New York, Nasce uma Estrela (versão com Barbra Streisand) e Assassinato por Morte.

A Família Addams ia ao ar pela nos EUA pela NBC, canal concorrente da ABC de Os Monstros. As duas séries estrearam praticamente juntas. Os executivos da CBS até correram para fazer com que Os Monstros chegasse antes à televisão, mas só conseguiram estrear o programa seis dias depois dos "Addams". No Brasil, Os Monstros estreou em 1966 pela TV Record. O SBT, já nos anos 80, também exibiu a série. Fez sucesso no cinema na década de 90 com Raul Julia e Anjelica Huston nos papeis principais.


LEIA MAIS A RESPEITO DESTES DOIS SERIADOS: 




TEMAS DE ABERTURA:



PARA QUEM SE INTERESSAR SEGUE UM LINK CONTENDO VÁRIOS OUTROS SERIADOS, QUE TAMBÉM FIZERAM HISTÓRIA:   

Um comentário:

  1. Oi Lu!!!! Parabéns pelo Blog, está cada vez melhor!
    Beijos,
    Luiza

    ResponderExcluir